Botafogo vence Ypiranga-RS no Santa Cruz
mas termina com eliminação vergonhosa na Série C

O Pantera até que tentou um último respiro no campeonato mas, mais uma vez, acabou iludindo e enganando seus torcedores. Ao fim, a vitória por 5 a 3 contra o Ypiranga não adiantou de nada e o time acabou eliminado de forma vergonhosa da Série C após ter a classificação dada como certa e muitas rodadas na liderança do grupo.

No 1º tempo, o Botafogo foi pra cima logo no começo e perdeu alguns gols. Aos 25, Ronaldo abriu o placar aproveitando sobra da zaga. Na sequência, Francis e Wesley perderam chances. Já aos 44, Francis sofre pênalti, bate e amplia para 2 a 0.

ERROS – Wesley, o artilheiro do time na C, foi reserva na maioria dos jogos. (Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo)

No 2º tempo, logo aos 6 minutos, Gerley arrisca chute e marca o 3º gol da partida. Logo após, Francis perde mais uma chance. Aos 23, sai Francis entra Mário. Aos 27, Carlos Henrique marca o 4º de cabeça. Porém, logo após, Talles desconta para o Ypiranga. Aos 35, Safira faz mais um pro adversário. Aos 45, Wesley marca mais um para o Bota – 5×2.  Porém, logo após, Vandinho faz pro Ypiranga e o jogo termina em 5 a 3.

Com o placar de 5×3, o empate entre Macaé 0x0 Tombense, a vitória do Joinville 8×1 Mogi Mirim, a vitória do São Bento 1×0 Volta Redonda, a tabela terminou com o São Bento na liderança (31 pontos), Tupi em 2º (28), Tombense em 3º (26) e Volta Redonda, Joinville e Botafogo com 25, mas o Volta Redonda com melhor saldo.

Crítica do Jogo 

O Jogo de hoje é o capítulo final de uma trágica derrocada no Botafogo na Série C. Inúmeros erros de planejamento, alguns erros dos jogadores e também dos treinadores acabaram resultando nessa vergonhosa desclassificação do time. 

Durante o campeonato, alguns poucos torcedores alertavam sobre algumas falhas do time, mas eram sumariamente censurado e intimidados por um grupo que defendia o “apoio total” e também por isso a “reação” do time foi mais lenta do que o necessário.

Enfim, uma tristeza muito grande…

Anúncios

Depois de muitos tropeços, Botafogo tem
última chance contra Ypiranga-RS na Série C

“Segue o líder”, “Nem precisamos vencer fora”, “Quem vamos enfrentar na 2ª fase”, “Vamos decidir em Ribeirão”, etc, etc, etc….  Esqueça todas essas frases e discussões que povoaram a cabeça de alguns torcedores do Botafogo. Depois de um começo e meio de campeonato muito bom o Pantera despencou, tombou nas próprias pernas e agora precisa vencer o Ypiranga em Ribeirão nesta última rodada e torcer por outros jogos para conseguir a classificação para o mata-mata na Série C

Basicamente, tirando resultados ‘absurdos’, o Botafogo tem duas chances de classificação. A primeira é uma vitória diante do Ypiranga e uma vitória do Macaé contra o Tombense. Assim, o Bota passaria Ypiranga e Tombense e pegaria a 4ª vaga. A outra possibilidade, mais remota, é uma vitória expressiva do Botafogo e uma derrota do Volta Redonda, já que hoje a diferença de saldo é de 5 gols.

RAÇA – Jogadores precisam mostrar empenho para reparar desconfiança. (Foto: Luis Augusto/Agência Botafogo)

Para a partida decisiva o técnico Vica tem um grande desfalque – o meia Morais, que saiu machucado na ultima partida. Assim, o treinador sinalizou que vai voltar a atuar com 2 volantes, colocando Rodrigo Thiesen no meio e liberando Vitinho mais na armação de jogadas. A estratégia parece boa, até porque não há muito o que fazer se olharmos as opções de banco. Pelo que viu em Ribeirão e em Tombos, Vica deve estar com medo do time atacar sem precisão e acabar tomando gols.

No Ypiranga, a situação é parecida. O time de Erechim tem 23 pontos, 1 a mais que o Botafogo, por isso, precisa de vencer e torcer pro Macaé ou então, se o Tombense não perder e o Volta Redonda empatar, só uma goleada (improvável) em cima do Botafogo pode dar a vaga.

O time gaúcho se apoia na boa campanha fora de casa. Das 5 vitórias no campeonato, 4 foram em campos adversários. A TV Esporte Interativo vai transmitir São Bento x Volta Redonda. Enfim, que hoje seja um dia feliz para a torcida botafoguense, apesar de todos os problemas de bastidores, de planejamento, dos jogadores, dos técnicos, etc, etc….

Informações do Jogo: Botafogo x Ypiranga-RS
Local: Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto-SP
Horário: Sábado, 17h
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha – GO (CBF)
Provável BOTAFOGO: Neneca, Samuel Santos, Caio Ruan, Gladstone e Gerley, Carlos Henrique, Rodrigo Thiesen, Vitinho, Wesley, Ronaldo e Francis. Técnico: Vica.
Provável Ypiranga-RS: Carlão, Pedro Ivo, Tairone, Carlos Faria e Rennan, Henrique, Carrilho, Juninho e Parede, Eder e Gabriel Araújo. Técnico: Hélio Vieira.

Botafogo sai na frente mas sofre virada do Tombense;
Classificação na Série C depende de outros adversários

O Pantera começou bem contra o Tombense, saiu na frente com um gol do Ronaldo, mas acabou cometendo as mesmas falhas dos outros jogos e sofreu uma virada dura em Tombos contra a equipe local. Resultado deixou a classificação ainda mais complicada.

No 1º tempo, o Botafogo foi pra cima. Aos 5, Ronaldo recebeu na entrada da área de Wesley, virou em cima do zagueiro e chutou rasteiro no canto, o goleiro espalmou mas a bola entrou devagarzinho. Logo após, em falta perto da área, Allan Dias chuta forta, Neneca dá rebote e Welington Carvalho empurra pro gol  – 1 a 1. Aos 18, Francis tabela com Ronaldo, recebe de volta mas perde grande chance, chutando pra fora. Aos 42, Morais saiu machucado para entrada de Rondinelly.

QUEDA – Francis está jogando muito abaixo do que jogou no Paulistão. (Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo)

Na 2ª etapa, o jogo continuou agitado mas sem grandes chances. Aos 22, em contra-ataque, Max é derrubado na área por Vitinho, o juiz marca pênalti e o próprio Max bate e vira o jogo. Na sequência, Alex Gonçalves entra na vaga de Francis. Aos 32, Alex recebe dentro da área e chuta cruzado, Darley consegue tirar pra escanteio. Aos 37, Wesley tenta chuta de fora da área, a bola passa com perigo. Aos 39, Allan dias recebe cruzamento na medida mas perde grande chance. Aos 41, sai Caio Ruan para entrada de Isaac, mas a derrota se consolida….

CRÍTICA DO JOGO 

Mais uma vez o Botafogo teve a chance de fazer a sua parte e voltar aos “trilhos” na Série C e acaba derrapando na sua própria incompetência. O resultado de hoje é reflexo de vários erros de planejamento da diretoria.

Quanto ao jogo em si, o técnico Vica alternou o time do 4-3-3 para o 3-4-3, mas as mudanças do treinador não surtiram efeito. Além do mais, ele demorou muito para trocar, sendo que já estavamos perdendo e era um resultado péssimo. Símbólico que o time tomou gol num lance em que o meia Vitinho tava como “volante” marcando contra-ataque. Alguns torcedores reclamaram do Neneca mas não vi uma falha tão grande nos gols, e se for analisar, o nosso gol também foi uma bola não tão difícil pro goleiro adversário e ele tomou. 

Botafogo e Tombense-MG jogam por vaga no G4 na Série C

Neste sábado o caminho do Botafogo na Terceira divisão nacional tem mais um capítulo. Estando na penúltima rodada, o Botafogo vai até Tombos-MG encarar a equipe da casa em busca de pontuar para seguir com boas chances de classificação para a próxima fase e assim tentar o acesso tão sonhado.

Botafogo e Tombense tem a mesma pontuação no campeonato e estão na 5ª e 6ª posição, respectivamente, atrás do 4º lugar o Ypiranga-RS que somou um ponto apenas ontem e assim pode ser ultrapassado.  O outro time que luta por vaga é o Joinville, um ponto atrás, que amanhã encara o desesperado Bragantino.

Ou seja, se vencer, o Botafogo entra no G4 e vai pra última rodada dependendo apenas de si.  Um empate, também não é tão ruim, já que encara o próprio Ypiranga na rodada final, mas aí vai depender também dos resultados do Tombense e Joinville. Uma derrota reduziria bastante as chances de classificação.

CAMISA 9 – Que Ronaldo honre essa camisa que já vestiu muitos craques. (Foto: Luis Augusto/Agência Botafogo)

Dentro de campo, o único (e grande) desfalque é do atacante Edno, o centroavante pediu rescisão do contrato e saiu após receber oferta melhor do América-MG que disputa a Sèrie B. Assim, o técnico Vica sinalizou que vai manter o mesmo time, mesma formação, colocando Ronaldo na vaga de Edno. Ronaldo que foi contratado durante a Série C já participou de 6 partidas mas ainda não marcou. No elenco, ele e Isaac são os jogadores que tem características mais próximas ao Edno, os outros – Alex Gonçalves, Mario e Paulinho jogam mais pelos lados.

Com essa situação e pela vontade que o time apresentou no último jogo não sei se faria algo diferente do que o técnico Vica escolheu. Acho que a grande questão do jogo vai ser as substituições e mudanças táticas durante a partida. O volante Rodrigo Thiesen e o meia Rondinelly e o atacante Isaac devem ser opções. Jogando fora de casa na Série C, o Pantera não ganhou ainda, empatou 5 e perdeu 3.

Já o Tombense, que ainda não perdeu dentro de casa – 4 vitórias e 4 empates – joga tudo por uma vitória hoje e assim entrar no G4. O time mineiro vem animado após uma grande vitória também em Tombos contra o Ypiranga por 3 a 0. Um dos ‘destaques’ do time é o volante/meia Allan Dias, que passou pelo Botafogo em 2016. Como o campo lá é um pouco menor, eles costumam usar muito jogadas pelos lados, cruzamentos para área e bola aérea.

Secando na rodada

Na rodada ainda teremos Mogi x Macaé, Bragantino x Joinville e Volta Redonda x Tupi. Eu acho que temos que torcer por vitória do Macaé para colocar pressão no Bragantino e assim ‘matar’ o Joinville que na última rodada pegaria o ‘morto’ Mogi. Quanto ao outro jogo, como o Tupi tem 27 e o Volta Redonda 24, seria melhor vitória do Tupi e assim deixa o Volta Redonda próximo da gente, com 2 vagas para serem decididas na última rodada. Particularmente, acho que o Bragantino não ganha do Joinville e deve ser rebaixado e o Volta Redonda joga em casa com a chance de carimbar a vaga, então vai ser complicado. Que o Botafogo faça a sua parte…

Informações do Jogo: Tombense-MG x Botafogo
Local: Estádio Almeidão, Tombos-MG.
Horário: Sábado, 15h30.
Árbitro: Adriano Milczvski – PR (CBF)
Provável Tombense: Darley, Marcelo, Ednei, Anderson e Wellington, Natan, Allan Dias, Everton e Maradona, Keké e Max. Técnico: Raul Cabral.
Provável BOTAFOGO: Neneca, Samuel Santos, Caio Ruan, Gladstone e Gerley, Carlos Henrique (Rodrigo Thiesen), Vitinho e Morais, Wesley, Ronaldo e Francis. Técnico: Vica.

 

Botafogo sai na frente mas cede empate ao Tupi;
Classificação na Série C fica mais difícil

O Pantera bem que jogou melhor, mostrou mais vontade que os últimos jogos, mas acabou deixando o Tupi empatar e assim perdeu uma grande chance de se recuperar na Série C do Brasileiro. Com o empate, o sonho do acesso fica mais distante, mas ainda há chances.

No 1º tempo, aos 14, Wesley cai e pede pênalti em lance com o goleiro, juiz não marca. Aos 27, Samuel Santos cruza e Edno cabeceia para boa defesa do goleiro.  Logo após, Morais ajeita para Francis que chuta por cima. Aos 38,Vitinho bate escanteio Gladstone sobe sozinho mas cabeceia pra fora. Aos 43, a única ‘chegada’ do Tupi, Lucas chuta forte por cima do gol de Neneca.

QUASE – Edno se esforçou bastante mas perdeu grande chance de gol. (Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo)

No 2º tempo, logo no começo, Wesley pega rebote dentro da área mas chuta pra fora. Aos 5, Edno erra bola, dá contra-ataque perigoso pro Tupi, Lucas finaliza forte e Neneca faz grande defesa. Aos 12, Samuel Santos avança mas chuta perto da trave. Aos 18, Samuel lança para área, Wesley ajeita para Edno que na cara do gol perde grande chance chutando em cima do goleiro. Aos 23, Wesley recebe novo lançamento, avança e faz bela assistência para Francis empurrar pro gol – 1 a 0.

Aos 35, escanteio para o Tupi, Patrick sobe mais que Gladstone e cabeceia no cantinho para empatar o jogo.  Aos 40, sai Morais para entrada de Rondinelly. Pouco depois, nova alteração, Alex Gonçalves entra no lugar de Francis. Aos 47, Patrick recebe na ponta, chuta forte e Neneca faz grande defesa. No escanteio, o Tupi desperdiça novas chances de virar o jogo. Ainda antes do apito final, Ronaldo entra na vaga de Vitinho, mas o jogo termina em empate.

CRÍTICA DO JOGO

Diferente das últimas partidas em que perdeu, o Botafogo entrou em campo neste sábado com muita vontade, uma vontade que estranhamente não se viu nos jogos passados, o que demonstra claramente que havia algo errado dentro do time ou nos bastidores do clube. 

Títular pela 1ª vez, Wesley fez uma grande partida, mostrando o erro do último treinador. Por outro lado, o Botafogo perdeu alguns gols com Gladstone, Francis e, principalmente, Edno. Amanhã o torcedor vai precisar “secar” Volta Redonda e Joinville torcendo por zebras. Quanto ao Botafogo, seguiremos torcendo até o final. 

Por vaga no G4, Botafogo encara 1ª decisão contra o Tupi

Faltando apenas 3 jogos para o fim da primeira fase da Série C, o Pantera que sempre esteve bem colocado agora vive o pesadelo de estar fora do G4 – grupo dos times que passam para a próxima fase que decidirá os times que vão subir pra Série B. Por isso, hoje começa uma série de decisões que, se Deus quiser, vão recolocar o Botafogo no rumo certo do acesso.

Após 3 derrotas seguidas, o técnico Rodrigo Fonseca, que vinha fazendo um bom trabalho até então, acabou sendo demitido pela diretoria que logo após já anunciou a chegada do técnico Vica, que tem 2 acessos na Série C em sua carreira, o primeiro em 2009 com o ASA de Arapiraca e o segundo com o Santa Cruz em 2013, quando também conquistou o título.

O novo treinador sinalizou 4 mudanças. As voltas de Caio Ruan e Gerley na linha defensiva. E as entradas de Francis e Wesley jogando pelas pontas no ataque. Assim, o time deve variar entre o 4-3-3 e um possível 3-4-3, já que Carlos Henrique – o único volante do time – pode atuar recuado também. Os 11 iniciais desenhados pelo técnico não são muito diferente do que a maioria da torcida escalaria. Pra mim, a maior dúvida desse time hoje é o atacante Francis que apesar da sua história no clube hoje passa por uma fase não tão boa.

CORREÇÃO – Wesley, artilheiro do time, finalmente vai ganhar a vaga de títular (Foto: Luis Augusto/Agência Botafogo)

Já o adversário está numa situação bem melhor. O Tupi que começou mal o campeonato agora é vice-lider do grupo B com 26 pontos (5 a mais que o Botafogo). Diferença criada nos 2 últimos jogos em casa quando venceu e somou 6 pontos. Agora, o time de Juiz de Fora tem 2 jogos difíceis fora de casa – Botafogo e depois Volta Redonda. Dentro de campo, o técnico Ailton Ferraz tem o possível retorno do atacante Romarinho e a dúvida entre Andrey ou Marcinho.

SECANDO NA RODADA

Como está fora do G4, além de ganhar o Botafogo precisa ‘secar’ seus rivais. Nesta rodada, Volta Redonda, Botafogo e Joinville, ambos com 21 pontos (4º, 5º e 6º lugar do grupo) jogam em casa. Quem falhar diante do seu torcedor ficará mais distante da vaga. Os adversários, teoricamente, tem jogos mais fáceis, o Voltaço pega o lanterna Mogi e o Joinville enfrenta o vice-lanterna Macaé.

Informações do Jogo: Botafogo x Tupi-MG.
Local: Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto-SP.
Horário: Sábado, 15h.
Árbitro: Felipe Gomes da Silva – PR (CBF)
Provável BOTAFOGO: Neneca, Samuel Santos, Caio Ruan, Gladstone e Gerley, Carlos Henrique, Vitinho e Morais, Wesley, Edno e Francis (Ronaldo). Técnico: Vica.
Provável Tupi: Paulo Henrique, Lucas, Fernando, Edmário e Bruno Santos, Marcel, Leandro Brasília, Romarinho (Juninho), Diego Luis e Marcinho (Andrey); Ítalo. Técnico: Aílton Ferraz.

Em Macaé, Botafogo sofre 3ª derrota seguida
e vê classificação ameaçada na Série C

E o filme se repetiu… Mais uma vez o torcedor que esperava um bom resultado fora de casa acabou vendo uma derrota melancólica do Pantera pro fraco Macaé e assim o Botafogo que tinha a classificação dada como “certa” alguns jogos atrás começa a ser ameaçado pelos adversários do grupo na Série C.

No 1º tempo, o jogo começou bem morno. Somente aos 38, o Botafogo tentou o primeiro chute a gol, com Vicente chutando por cima sem perigo. Já aos 44, o lateral esquerdo do Macaé escapa rápido e toca pra Rogerinho, que é travado, na sequência, num lance totalmente infantil, Vicente dá um carrinho e faz pênalti. Rogerinho bate e abre o placar para o Macaé.

A defesa que passou tantos jogos “invicta”, agora vive com erros grotescos. (Foto: Antonio Luppi/Agência Botafogo)

Na volta para o 2º tempo, Rodrigo Fonseca apostou em Wesley na vaga de Carlos Henrique. E aos 5, Vitinho cobra falta lateral e Gladstone, de cabeça, empata o jogo para o Botafogo. Aos 19, o time da casa tem falta perto da área e Valdir cobra bem e coloca o Macaé na frente.  Na sequência, Vinicius Simon chega atrasado e acerta Maradona pelas costas, toma o 2º amarelo e é expulso.

Aos 30, Matheus Cancian sai para entrada de Alex Gonçalves. Pouco depois, o Macaé sai em contra-ataque e Maradona faz 3 a 1 aproveitando nova falha da defesa.  Aos 40, Morais tenta chute de fora mas Luis Henrique pega.  No lance seguinte, Wesley recebe de Samuel e marca 3 a 2. Mas, não havia mais tempo nem capacidade pro Botafogo empatar.

CRÍTICA DO JOGO 

Mais uma vez o Botafogo perde com erros bizarros dos jogadores e também de estratégia e opções do treinador. Infelizmente, o time que vinha bem foi saíndo dos eixos nas últimas rodadas. Pelo que apresenta em campo, também dá demonstrações que não existe mais  união entre os jogadores. 

Logo após a partida, o presidente anunciou a saída de Rodrigo Fonseca do cargo de técnico. Infelizmente, ocorreu aquilo que eu já previa, Fonseca – apesar do grande potencial – não era o nome certo para um campeonato com tamanha responsabilidade. Mas, que fique claro, ele não é o grande culpado por essa situação. Agora, vão tentar voltar o trem aos trilhos na reta final. Nós, seguimos torcendo e apoiando, mas sempre com coerência e independência.