Botafogo leva susto mas passa por cima do Tupi

Precisando da vitória para afastar qualquer dúvida sobre o time, o Pantera começou na frente, levou uma virada inesperada do Tupi, mas depois fez valer a superioridade técnica em cima do time mineiro. Com a vitória, o Botafogo praticamente garantiu a classificação para as quartas e continua em busca de pontos para decidir mata-mata em Ribeirão.

No 1º tempo, o jogo foi mais morno. O Tricolor teve uma primeira grande chance aos 40 minutos com boa jogada individual de Caio Dantas. No ataque seguinte, Pimentinha recebe na ponta, avança até a linha de fundo e cruza para Felipe Augusto marcar de cabeça.

Na volta para o 2º tempo, Tchô saiu para entrada de Marquinhos. Logo no 1º ataque o Tupi empatou, Sidimar subiu entre os zagueiros e cabeceou no canto. Aos 6 minutos, a zaga do Botafogo corta mal e Magalhães pega de primeira e Tiago Cardoso não consegue segurar. virada do Tupi. Aos 14, Pimentinha cai dentro da área e juíz marca pênalti, Caio Dantas bate e empata.

JOGADA AÉREA – Caio Dantas marcou de pênalti e fez mais um gol de cabeça. (Foto: Raul Ramos/Ag. BFC)

Aos 20, Marcos Martins cobra escaneio e Caio Dantas de cabeça faz o terceiro.  Perto dos 30, PImentinha recebe na entrada da área, passa pela marcação e chuta colocado para ‘matar’ o jogo – 4 a 2.  Antes do fim, Léo Condé tira Marcos Martins e Jussa para as entradas de Leandro Salino e Lucas Mendes.

Opinião

Mais uma vez não pude ver o jogo pois não passou na TV e não estou em Ribeirão, mas basta ver os lances e os gols para notar que Pimentinha mais uma vez foi o “diferencial” do Botafogo pra conseguir a vitória. Teve participação direta em 2 gols e fez o dele. Na verdade, os 3 atacantes hoje foram importantes. Outro destaque foi a volta do lateral direito Marcos Martins ao time títular.

Olho na tabela

Como os dois times que estão na frente do Botafogo também venceram, o Pantera continuou em 3º lugar. Como Operário (líder) e Cuiabá (vice-líder) se enfrentam na próxima rodada, o Botafogo terá a grande chance de entrar no G2 já que enfrenta o Joinville (lanterna). Vamos continuar torcendo… O acesso tem que vir este ano….

Anúncios

Em busca de vitória e boa atuação, Botafogo recebe Tupi

Após 2 derrotas seguidas fora de casa, o Pantera joga em Ribeirão neste sábado diante do Tupi em busca de uma vitória para afastar qualquer desconfiança do torcedor e assim ficar mais próximo dos 2 primeiros lugares do grupo que dão a vantagem no mata-mata da Série C.

O treinador Léo Condé Botafogo anunciou uma troca no meio de campo, sai o volante Serginho e entra Matheus Jussa, também volante, e assim deve tentar dar mais velocidade na transição de jogo. Além disso, o técnico ‘prometeu’ criar novas jogadas para dificultar a marcação do time. Como haviamos falado no último jogo, os adversários estão começando a “travar” a tática tricolor. Pimentinha deve ser “caçado” mais uma vez.

RETA FINAL – ‘Criatividade’ do técnico Léo Condé será decisiva para sucesso do Botafogo. (Foto: Raul Ramos/Ag.BFC)

No Tupi, a situação não é das melhores. Pertinho da zona de rebaixamento, o time mineiro acumula 3 derrotas seguidas. Para o jogo de hoje tem desfalque na zaga, Wellington Reis, e no ataque, Paulinho e João Vitor estão suspensos por cartões. Nos últimos 3 jogos tomou 8 gols e fez apenas 1. Enfim, que o Botafogo aproveite a fragilidade do adversário para se recuperar.

Informações do Jogo: Botafogo x Tupi-MG.
Local: Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto-SP.
Horário: Sábado, 16h.
Árbitro: Edmar Campos Encarnação (AM)
Provável BOTAFOGO: Tiago Cardoso, Lucas Mendes, Carlos Henrique, Plínio e Peri, Matheus Jussa, Yuri e Tchô, Felipe Augusto, Caio Dantas e Pimentinha. Técnico: Léo Condé.
Provável Tupi: Vilar, Rodrigo Dias, Sidimar, Mateus e Magalhães, Léo Costa, Léo Salino, Marcel e João Willian, Wellington Batista e Potita. Técnico Eugênio Souza.

Botafogo joga mal em Volta Redonda e perde novamente

Mais uma vez o Botafogo não conseguiu fazer uma boa partida e acabou sendo derrotado pelo Volta Redonda no Rio de Janeiro. Com a 2º derrota seguida, o Botafogo agora cai mais uma posição e fica na 3ª colocação do grupo B, ainda com boa vantagem sobre o 5º colocado mas fora do G2 que dá vantagem no mata-mata.

Logo aos 9 minutos, Dija Baiano cobrou falta e obrigou Tiago Cardoso fazer boa defesa.  Aos 18, Pimentinha cruzou mas Caio Dantas não conseguiu cabecear. Pouco depois, Caio Dantas recebeu dentro da área mas chutou longe. Aos 31, Luis Paulo girou sobre o marcador e chutou forte mas Tiago Cardoso defendeu. Aos 38, após escanteio, Marcelo cabeceou sozinho e abriu o placar pro Volta Redonda. Na sequência, Dija Baiano perdeu chance de ampliar. Aos 46, Felipe Augusto bateu falta carimbando o travessão.  E no último ataque, Caio Dantas cabeceou pra fora.

No 2º tempo, aos 4, Luiz Paulo cabeceou e Tiago defendeu. No minuto seguinte, Tiago Cardoso saiu do gol de cabeça. Aos 12, Felipe Augusto tentou jogada dentro da área mas foi travado. Pouco depois, Everton Santos entrou na vaga de Tchô. Aos 27, Serginho entregou uma bola pro Volta Redonda e Tiago Cardoso novamente salvou o Pantera. Na sequência, Serginho saiu para entrada de Matheus Jussa. Aos 34, Gilsinho entrou na vaga de Felipe Augusto, mas o Botafogo não conseguiu criar novas chances.

Opinião

Mais uma vez senti que o Botafogo entrou “menos” ligado que o adversário. O Volta Redonda fez “o jogo da vida” no desespero pra não cair e até chegou a exagerar em algumas faltas, o juiz, de certo modo, foi ‘caseiro’, mas isso não é desculpa nenhuma pra explicar a derrota. 

O Botafogo pouco criou. Um problema que venho comentando há algum tempo, nosso meia de criação Tchô é um jogador habilidoso mas não me parece estar 100%, tanto é que em vários jogos ele acaba saíndo no 2º tempo. Outro jogador responsável pela criação, Pimentinha, foi marcado em cima e pouco pode criar. Na defesa, Tiago Cardoso fez sua melhor partida. A “gordura”/vantagem que tinha sobre os outros times caiu mais um pouco, por isso, sinal de alerta ligado.

Em Volta Redonda, Botafogo busca pontos para
classificação e vantagem no mata-mata da Série C

Neste sábado o Pantera vai até o interior do Rio de Janeiro para enfrentar o Volta Redonda pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Sèrie C. O objetivo é apenas um: pontuar para ficar cada vez mais próximo da classificação para a próxima fase e também entre os 2 melhores do grupo para conseguir a vantagem do jogo de volta no mata-mata.

Para a partida o técnico Léo Condé terá o desfalque do lateral direito Marcos Martins e a volta de Carlos Henrique na zaga. Assim, Lucas Mendes tem nova chance entre os titulares na lateral e Gilberto volta pro banco de reservas. A preocupação maior é evitar falhas na marcação com a bola aérea. Lucas Mendes tem menos capacidade defensiva que Marcos Martins, porém, pode ser uma arma importante na velocidade e nos contra-ataques.

“LEI DO EX”- Que o atacante Felipe Augusto volte a marcar gol contra seu ex-time  (Foto: Raul Ramos/Ag. BFC)

O vice-lanterna Volta Redonda vê o jogo como fundamental para sua permanência na Série C. O técnico Moacir Junior que passou recentemente pelo Botafogo foi contratado durante o campeonato mas ainda não conseguiu mudar a situação do time que conta também com os ‘ex-botafoguenses’ Bileu, Rodrigo Andrade e Anselmo. Nos dois últimos jogos diante da sua torcida, o ‘Voltaço’ saiu derrotado. Que seja novamente hoje…

Informações do Jogo: Volta Redonda x Botafogo
Local: Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda-RJ.
Horário: Sábado, 18h.
Árbitro: Rafael Martins Diniz (DF)
Provável Volta Redonda: Douglas Borges, Luís Gustavo, Daniel Felipe, João Guilherme e Diego Maia, Bruno Barra, Bileu, Marcelo e Rodrigo Andrade, Anselmo e Luã Lúcio. Técnico: Moacir Júnior.
Provável BOTAFOGO: Tiago Cardoso, Lucas Mendes, Carlos Henrique, Plínio e Peri, Serginho, Yuri e Tchô, Felipe Augusto, Caio Dantas e Pimentinha. Técnico: Léo Condé.

Botafogo vacila e acaba derrotado pelo Cuiabá

Infelizmente, o Pantera não conseguiu emendar a 5ª vitória consecutiva e nem um empate jogando fora de casa diante do Cuiabá. A derrota acabou diminuindo a vantagem do Botafogo sobre os outros times do G4 e agora teremos que ‘secar’ o Operário para seguir na liderança.

Logo aos 3 minutos, Tchô bateu falta na área, Plínio cabeceou e Victor Souza jogou pra escanteio. Aos 13. Peri cruzou rasteiro e Pimentinha bateu forte raspando a trave.  O Cuiabá respondeu aos 23, Feijão cruzou e João Carlos sobiu entre os zagueiro e abriu o placar. Perto dos 30, a bola sobrou pra Felipe Augusto que obrigou Victor a nova defesa. Pouco depois, Serginho lançou Felipe Augusto na ponta que tocou para Caio Dantas bater de primeira e empatar o jogo.

No 2º tempo, o jogo ficou morno. Aos 22, Léo Condé fez duas trocas – tirou Tchô e Felipe Augusto para colocar Léo Salino e Everton Santos. Aos 25, Jenison recebeu dentro da área e chutou cruzado com muito perigo. Aos 30, Everton Santos cruzou pra área mas Léo Salino não conseguiu dominar. Aos 33, Eduardo Ramos cruzou, Pardal cabeceou e Tiago Cardoso fez grande defesa. Em novo ataque pela lateral, a bola sobrou pra Eduardo Ramos que tocou para Marino na cara de Tiago Cardoso empurrar pro gol. Logo após, saiu Serginho para entrada de Gilsinho. Antes do fim, Jenison saiu na cara de Tiago Cardoso que evitou o 3º gol.

Opinião

O jogo não foi tão movimentado, mas o Cuiabá superou o Botafogo na dedicação e por isso mereceu a vitória. No 1º tempo, o Pantera foi melhor, mas o aproveitamento terminou igual 1 a 1. No segundo, quando o jogo encaminhava para um bom empate, o Cuiabá foi pra cima e aproveitou bobeada da defesa botafoguense especialmente em jogadas laterais e cruzamentos.

Uma derrota após 4 vitórias não é motivo de desespero, porém, é bom ter consciência que a distância dos adversários é pequena, especialmente para aqueles que buscam as 2 primeiras colocações, que deve ser a meta do Botafogo para ter maiores chances de acesso. 

Por liderança, Botafogo encara o Cuiabá e tenta 5ª vitória

A fase do Pantera na Série C está muito boa. Com 4 vitórias consecutivas, o time de Ribeirão vai até Cuiabá em busca de manter a liderança do grupo e quem sabe uma quinta vitória seguida no campeonato nacional e ficar cada vez mais próximo da classificação e da vantagem de decidir o mata-mata em casa.

Para a partida deste sábado o técnico Léo Condé terá apenas uma baixa – o zagueiro Carlos Henrique sentiu dores e será poupado – por isso Gilberto deve jogar novamente ao lado do capitão Plínio. Lucas Mendes, Peri e Serginho voltam de suspensão, porém, o lateral deve ficar no banco e os outros 2 entre os 11 que iniciam a partida.

CONFIANÇA – Marcos Martins segue títular mas ainda não atuou tão bem quanto no Paulistão. (Foto: Agência  BFC)

No Cuiabá a situação que estava ruim começou a melhorar. O time tinha perdido 3 seguidas, mas recentemente se recuperou com 2 vitórias, por isso o Botafogo terá que tomar muito cuidado. O time do Mato Grosso terá a volta do volante Escobar e os dois recém contratados Vitor Ferreira e Profeta devem ficar no banco. O jogador fundamental do Cuiabá é o experiente meia Eduardo Ramos.

Informações do Jogo: Cuiabá x Botafogo
Local: Arena Pantanal, Cuiabá-MT
Horário: Sábado, 16h30.
Árbitro: Andre Rodrigo Rocha – TO
Provável Cuiabá: Victor Souza, Jeferson Feijão, Edinei, Marcelo Xavier (Edson Borges) e Danilo, Marcão, Escobar, Marino e João Carlos, Eduardo Ramos e Bruno Sávio. Técnico: Itamar Shulle.
Provável BOTAFOGO: Tiago Cardoso, Marcos Martins, Gilberto, Plínio e Peri, Serginho, Yuri e Tchô, Pimentinha, Felipe Augusto e Caio Dantas. Técnico: Léo Condé.

Botafogo bate Luverdense e segue líder do grupo na Série C

O Tricolor conseguiu a 4ª vitória seguida na 3º divisão do Campeonato Brasileiro e segue firme rumo ao objetivo principal que é o acesso no ano do centenário. Dependendo dos 2 jogos de domingo, o Pantera pode obter vantagem de 4 pontos sobre o vice e 8 sobre os times que estão fora do G4.

Logo aos 8 minutos, Pimentinha fez grande jogada, finalizou mas Douglas defendeu. Aos 20 e 21, Felipe Augusto e Caio Dantas levaram perigo. Aos 32, os dois atacantes participaram do primeiro gol – Felipe Augusto invadiu a área e lançou Caio Dantas que abriu o placar.

No 2º tempo o Botafogo continuou em cima. Aos 2, Daniel Vançan cruzou para Caio Dantas que novamente parou em defesa de Douglas. Aos 6, Vançan bate falta fechada pra dentro da área, a bola desvia na zaga e  vai para as redes – 2 a 0. Com 9 minutos, Pimentinha lançou para Felipe Augusto marcar o 3º gol do Pantera. Perto dos 20, a Luverdense diminui com Paulo René após bobeada da zaga.

Na sequência, Everton Santos entra na vaga de Tchô. Faltando 10 pro fim, Matheus Jussa deu lugar para Leandro Salino. Logo após, Douglas evita novo gol em jogada de Everton Santos. Antes do apito final, Felipe Augusto saiu para entrada de Elder Santana.

Opinião

Infelizmente não pude ver o jogo pois estou em São Paulo e o jogo não foi transmitido, por isso evito fazer qualquer tipo de análise. De qualquer modo, a sequência de vitórias – mesmo com o episódio de Erechim – mostra que o time está bastante focado e não tem sofrido com as ausências dos demitidos/dispensados. 

Essa sequência de vitórias – mesmo com desfalques ali e aqui – mostra também o controle do técnico Léo Condé sobre o elenco. Agora é só manter o foco e principalmente a humildade até que cheguemos ao nosso objetivo de voltar aos melhores campeonatos do Brasil.